Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Saúde
MPRJ promove reunião de cooperação interinstitucional para mobilizar gestores a priorizar a saúde no sistema prisional
Publicado em 2017-08-10 19:37:56.965 - Atualizado em 2017-08-10 19:37:45.0
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Saúde da Capital, reuniu, nesta segunda-feira (07/08), representantes dos Ministérios da Saúde e da Justiça, das secretarias Estadual e Municipal de Saúde (SES e SMS), além de representantes da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), a fim de retomar a discussão sobre a implantação da Política Nacional de Atenção em Saúde à População Privada de Liberdade (PNAISP) no Estado, diante da grave situação na saúde prisional do Rio de Janeiro.
 
Entre as questões debatidas durante o encontro estão a adesão formal do Município à PNAISP, o necessário apoio financeiro, técnico e institucional da União e a elaboração de proposta para reordenar o cuidado em saúde no sistema prisional, nos termos da PNAISP. Foi enfatizada, para tanto, a necessidade de levantamento de dados atuais e precisos, como o quantitativo de profissionais de saúde em cada unidade prisional e os recursos orçamentários disponíveis para imediata utilização. Também foram cobrados esclarecimentos do Estado quanto à correta aplicação de recursos públicos já destinados à saúde do sistema prisional e com relação ao convênio assinado entre o Estado (SEAP) e a UNIÃO (Ministério da Justiça/DEPEN), em 2015, para aparelhamento de unidades de saúde do sistema prisional, no valor total de R$2.938.520,97, em que estaria pendente a integralização de recursos do Estado no valor de R$58.770,42.
 
Como resultado da iniciativa do MP, as secretarias agendaram reunião, prevista para o próximo dia 14 de agosto, para elaboração de proposta para implantação da PNAISP, que estabelecerá obrigações e serviços que caberão a cada gestor do SUS, além da formação de equipes de saúde para fins de habilitação junto ao Ministério da Saúde.
 
O encontro contou ainda com a participação de representantes do Fórum Permanente de Saúde no Sistema Penitenciário, do Mecanismo Estadual de Prevenção e Combate à Tortura (ALERJ), do Núcleo do Sistema Penitenciário e do Núcleo de Saúde e Tutela Coletiva da Defensoria Pública Estadual, dos Centros de Apoio Operacional da Execução Penal e da Saúde do MPRJ, da Assessoria de Direitos Humanos do MPRJ, da Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Sistema Prisional e Direitos Humanos e do GATE/MPRJ.
97 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar