Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Mediação de Conflitos
MPRJ finaliza curso de capacitação em autocomposição de conflitos no MPAC
Publicado em 2018-12-05 20:04:35.734 - Atualizado em 2018-12-06 10:18:24.0

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Centro de Mediação, Métodos Autocompositivos e Sistema Restaurativo (CEMEAR/MPRJ), participou como facilitador do Curso de Capacitação em Mediação de Conflitos e Métodos Autocompositivos, no Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), nos dias 22, 23, 29 e 30 de novembro e 1º de dezembro. O objetivo do evento foi prover formação inicial para a utilização da autocomposição na solução dos mais variados conflitos, buscando uma atuação resolutiva na negociação, mediação e conciliação antes de iniciar um processo judicial.
 
O curso foi voltado para membros, servidores e convidados, e teve como abordagem metodológica as exposições teóricas, utilização de dinâmicas e estudos de caso. A procuradora de Justiça Anna Maria Di Masi, coordenadora do CEMEAR/MPRJ, e sua equipe técnica desenvolveram, durante as 40 horas do curso, um treinamento prático para ações de gestão e geração do conhecimento, possibilitando maior eficácia na resolução de uma relação conflituosa. No último dia (01/12), a procuradora proferiu palestra em curso ministrado pela Universidade do Colorado, nos Estados Unidos.
 
Para Anna Maria Di Masi, apesar da discordância ser algo presente no cotidiano das pessoas, é preciso que instituições competentes, como o MP, entrem decisivamente na mediação para auxiliar na solução quando o conflito extrapola os limites do que consegue ser absorvido e resolvido pela pessoa, comunidade ou determinado segmento da sociedade. “Para uma atuação decisiva, o MP deve estar devidamente capacitado para aplicar os métodos autocompositivos, restabelecer o diálogo e gerar soluções que produzam ganho Às partes envolvidas”, afirma.
 
A coordenadora do CEMEAR/MPRJ avaliou o treinamento como excelente, sobretudo em função da qualidade dos participantes. “A turma era de um nível muito bom, com uma interação boa; são pessoas vocacionadas que, através das técnicas, serão potencializadas na execução de suas atividades, na aplicação do método autocompositivo”, disse.
 
A capacitação no Acre foi fruto da assinatura de um termo de cooperação técnica celebrado entre o MPRJ e o MPAC, em visita ao MPRJ em 10/09. A procuradora-geral de Justiça do Estado do Acre, Kátia Rejane, agradeceu pela realização do curso. Ela destacou que o MPAC tem conquistado avanços com a criação do Núcleo Especializado de Incentivo à Autocomposição (Napaz). A procuradora-geral ressaltou a relevância do que foi ministrado no curso para a consolidação da política de intervenção efetiva em conflitos. “Com o curso, o MPAC quer formar quadros que possam consolidar sua política de intervenção nos mais variados conflitos através da adoção de métodos autocompositivos”, planeja.

No último dia do treinamento no Acre (01/12), a procuradora foi convidada por uma facilitadora a expor a dinâmica do trabalho do CEMEAR/MPRJ a um outro grupo de membros do MPAC e convidados, que recebia capacitação em curso por teleconferência em parceria com a Universidade do Colorado, nos Estados Unidos. 

mediação de conflitos
cemear mprj
54 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar