Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Criminal
Rio de Janeiro
MPRJ denuncia mãe e filho por feminicídio e obtém na Justiça a prisão preventiva dos acusados
Publicado em 12/09/2021 16:25 - Atualizado em 12/09/2021 16:25
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada, denunciou à Justiça na quarta-feira (08/09) Pedro Paulo Gonçalves Vasconcellos da Costa e Eliane Gonçalves Vasconcellos da Costa pelos crimes de feminicídio qualificado por motivação torpe e meio cruel de execução e ocultação de cadáver da vítima Christiane Louise de Paula. Também foi denunciado Arthur Barroso Marciano, apontado como partícipe na ocultação do cadáver. A denúncia foi recebida nesta sexta-feira (10/09) pelo Juízo da 1a Vara Criminal que decretou a prisão preventiva de Pedro e Eliane, requerida pelo Ministério Público.
 
De acordo com a denúncia, em meados de julho de 2021, em um apartamento em Ipanema, Pedro deferiu golpes com instrumento pérfuro-cortante no pescoço e rosto de Cristiane que tentou se defender. Eliane, mãe de Pedro, participou do crime "instigando seu filho a matá-la e ajudando-o a livrar-se do corpo”. Segundo as investigações, Pedro Paulo e Cristiane Louise tinham relação de suposta amizade, desde quando estiveram internados em uma clínica psiquiátrica. Ainda de acordo com as apurações, a vítima era submetida a um relacionamento abusivo em que os denunciados se aproveitavam de sua fragilidade mental em benefício financeiro próprio. "Impulsionados pelo abjeto sentimento de ganância, Pedro Paulo e Eliane Gonçalves planejaram a morte da vítima para se assenhorarem de seus bens, inclusive o imóvel residencial em que ela teve sua vida ceifada”, aponta o documento enviado à Justiça.
 
Para se desfazerem dos vestígios do crime, Pedro Paulo e Eliane Gonçalves, acionaram o motorista profissional Arthur Barroso Marciano, também denunciado, para ocultar o cadáver da vítima. Utilizando automóvel Toyota Corolla, placa KXN 9414, o corpo foi transportado até o bairro de Grumari, em uma área de vegetação que margeia a Avenida Estado da Guanabara. O cadáver foi encontrado envolto em lençóis e sacos plásticos no dia 22 de junho.
 
Processo número: 01803711920218190001
mprj
denúncia
feminicídio
prisãopreventiva
148 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar