Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Saúde
MPRJ realiza seminário sobre a rede de atenção psicossocial e atenção primária à saúde
Publicado em 24/11/2021 17:46 - Atualizado em 24/11/2021 17:46
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Saúde (CAO Saúde/MPRJ), e do Instituto de Educação Roberto Bernardes Barroso (IERBB/MPRJ), realizou, nesta terça-feira (23/11), o seminário “Atenção Psicossocial na Atenção Primária à Saúde”, com transmissão online por meio da página do IERBB/MPRJ no Youtube. 
 
De acordo com a coordenadora do CAO Saúde/MPRJ, promotora de Justiça Márcia Lustosa, estimativas feitas pelo campo da saúde mental global, aproximadamente uma em quatro pessoas no mundo pode ser afetada por distúrbios mentais ou neurológicos em algum estágio da vida: 
 
“O número é bastante impactante, e ainda que se saiba que existem inúmeras formas de intervenção efetivas para o tratamento desses distúrbios, a quantidade de pessoas que precisam desses cuidados e não recebem ainda é enorme. E nesse momento se fala muito em hiato ou lacuna terapêutica, que atinge entre 76% e 85% dos pacientes que precisam de tratamento nos países de baixa e média renda e entre 35% e 50% nos países de renda alta. Uma grande parte das pessoas com transtornos mentais não recebe tratamento adequado ou nem mesmo é reconhecida ou diagnosticada com esses problemas”, explica.   
 
Ainda segundo Márcia Lustosa, estudos realizados em vários países mostram que a atenção primária é um dos caminhos mais eficientes para se reduzir a lacuna no atendimento em menor tempo:  
 
“A atenção psicossocial deve ser integrada às unidades de atenção primária, que logicamente precisam estar interligados a outros pontos de atenção da rede. Vários dos agravos que mais prevalecem em saúde mental poderiam ser absorvidos, acompanhados e resolvidos pelas próprias unidades de atenção primária em saúde”, concluiu.  
 
O seminário contou ainda com a participação das técnicas periciais do Núcleo de Saúde do Grupo de Apoio Técnico Especializado (GATE/MPRJ), Moema Belloni Schmidt, Claudia Pellegrini Braga, e Patricia Passaro da Silva Toledo e da doutora em Saúde Pública, Mirna Barros Teixeira.  Foram apresentados dados da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), do programa Equipe Consultório na Rua, instituído pela Política Nacional de Atenção Básica, em 2011, para ampliar o acesso da população em situação de rua aos serviços de saúde, além de outros temas. Ao final das palestras, o evento foi aberto para perguntas dos participantes.  
 
O diretor do IERBB/MPRJ, promotor de Justiça Leandro Navega, agradeceu a presença dos participantes e destacou a importância do Instituto na promoção de eventos como esse:  “A dimensão do Instituto se deve à nossa equipe, mas também à adesão de todos os colegas que acreditam em um trabalho sério, que tem alcançado muita gente. Para termos uma dimensão, esse ano conseguimos atingir quase 6 mil participantes, entre alunos e pessoas que assistiram aos nossos cursos na plataforma de ensino à distância e no canal do Youtube. Esse é um motivo de alegria, mas também uma responsabilidade muito grande”, afirmou.  
 
A íntegra do seminário pode ser acessada no canal do IERBB/MPRJ no Youtube ou diretamente pelo link https://youtu.be/AWcnf1KxBFk
 
Por MPRJ
ierbb
atendimentopsicossocial
atençãobásica
atençãoprimáriaàsaúde
45 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar