Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Mediação de Conflitos
CEMEAR/MPRJ apresenta resultado da pesquisa sobre a aplicação de técnicas negociais nas rotinas de trabalho
Publicado em 14/01/2022 16:45 - Atualizado em 14/01/2022 16:45

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Coordenadoria de Mediação, Métodos Autocompositivos e Sistema Restaurativo (CEMEAR/MPRJ), realizou, no último bimestre de 2021, uma pesquisa dirigida aos órgãos de execução, para identificar como membros e servidores veem a aplicação de técnicas negociais nas suas rotinas profissionais e na atividade finalística do MPRJ. No total, foram recebidas 298 respostas ao formulário. 

“O resultado obtido na pesquisa irá nortear as próximas iniciativas desenvolvidas pela Coordenadoria, visando melhor atender os anseios dos integrantes da instituição e atender as diretrizes do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para a temática, em especial a Recomendação CNMP nº 54, de 28 de março de 2017”, afirma a promotora de justiça Roberta Rosa, coordenadora da CEMEAR/MPRJ.

Entre os principais resultados, quando questionados sobre quais tipos de negociação mais se deparam no exercício profissional, membros e servidores destacaram, em primeiro lugar, negociar pretensões pessoais com colegas ou pares, seguido por negociar acordos no curso de procedimentos administrativos e, em terceiro lugar, negociar acordos dentro de processos judiciais.

O interesse em utilizar técnicas negociais para a administração e a solução de conflitos foi de 8,82, numa escala de 0 a 10, tendo 88% de todos os participantes da pesquisa manifestado interesse em conhecer e aprender mais sobre técnicas de negociação, construção de consenso e suas possíveis aplicações. 

Quando questionados se acreditam que soluções negociadas podem potencializar resultados nos processos em que participam, aumentando a efetividade da atuação ministerial, a média das respostas positivas de membros e servidores, também numa escala de 0 a 10, foi de 8,81, ou 88%, percentual que sobe para 91% quando consideradas apenas as respostas dos membros da instituição.

A pesquisa também apontou que 93% dos membros e servidores acreditam que a negociação pode potencializar a atuação e os resultados ministeriais. Já 78% têm interesse em conhecer de maneira mais aprofundada o trabalho desenvolvido pela CEMEAR/MPRJ, e que 76% administram seus conflitos com base no diálogo, buscando soluções consensuais.

Por MPRJ

pesquisa
mediação de conflitos
cemear mprj
168 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar