Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Criminal
MPRJ denuncia defensora pública aposentada por injúria racial contra entregadores em Niterói
Publicado em 21/06/2022 19:48 - Atualizado em 22/06/2022 11:58

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Investigação Penal Territorial do Núcleo Niterói, denunciou a defensora pública aposentada Claudia Alvarim Barrozo por injúria racial contra dois entregadores que estavam em serviço no condomínio onde ela mora, no bairro de Itaipu, em Niterói. A denunciada chamou os entregadores de "macacos", entre outras ofensas, após se irritar porque a van de entrega foi estacionada em local que impedia a saída de seu veículo.

Segundo a denúncia, ela saiu de casa e ordenou, já com ofensas, que a van fosse retirada de onde estava. Em seguida, teria dado tapas nos vidros e jogado duas pedras contra o veículo. O ajudante de entregas respondeu que não poderia retirar a van naquele momento, pois não tinha carteira de motorista e estava aguardando o outro entregador/motorista, que realizava uma entrega em residência próxima.

Ainda de acordo com a denúncia, após cerca de 2 minutos o motorista chegou ao local e retirou a van do caminho, momento em que a denunciada jogou uma lata de refrigerante contra o veículo, afirmando que "era pra ter quebrado". Em seguida, chamou os entregadores de "macacos". A injúria racial foi flagrada em vídeo gravado pelos trabalhadores.

A peça acusatória relata que a denunciada figura como autora em outros inquéritos policiais por crimes como constrangimento ilegal, lesão corporal culposa, difamação e injúria. Além de denunciada pelo crime, o MPRJ requereu à Justiça a fixação um valor para reparação de danos causados pela infração.

Por MPRJ

mprj
denúncia
injúria racial
defensora pública
entregadores
miterói
VISUALIZAÇÕES AINDA NÃO CONTABILIZADAS
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar