Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Criminal
MPRJ reúne-se com a Polícia Civil para tratar do andamento de investigações das mortes em operações no Alemão e na Vila Cruzeiro
Publicado em 28/07/2022 10:08 - Atualizado em 28/07/2022 10:07

Os promotores de Justiça Alexandre Themistocles, da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada do Núcleo Rio de Janeiro, e Alexandre Murilo Graça, da 3ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada do Núcleo Rio de Janeiro, estiveram, na tarde desta quarta-feira (27/07), na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), onde participaram de uma reunião de trabalho com integrantes do órgão. O encontro serviu para discutir o andamento de investigações em curso na especializada, entre elas as operações policiais que terminaram com mortes na semana passada, no Complexo do Alemão, e em maio, na Vila Cruzeiro. Os promotores foram recebidos pelo delegado assistente Rômulo Caldas, que ocupa a titularidade da DHC durante as férias de Alexandre Herdy e sua equipe.

Alexandre Themistocles destacou, após o encontro, que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) determina que o Ministério Público pode, a qualquer tempo, realizar visita extraordinária ao órgão policial, para verificar o andamento de investigações que tramitam na unidade. “A reunião foi agendada previamente com a DHC e muito produtiva. Tratamos de cinco casos específicos, entre eles as operações no Alemão e na Vila Cruzeiro, além de outros assuntos que fazem parte do trabalho da Polícia e do MPRJ. Além disso, pudemos traçar uma estratégia de atuação para conduzir investigações imparciais, céleres e eficazes nos casos abordados. Foi consolidada uma parceria que já existe, entre o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil, para a solução de casos dessa natureza”, afirmou o promotor. 

Rômulo Caldas afirmou que o encontro serviu para consolidar ações conjuntas a serem adotadas pelas instituições. “É uma boa oportunidade para traçar estratégias conjuntas e alinhar procedimentos que serão úteis para que seja dada celeridade, principalmente, nos casos de homicídios mais complexos, que demandam uma maior investigação. Iremos buscar, cada vez mais, trabalhar de maneira alinhada com o MPRJ”, destacou o delegado assistente da DHC.

Por MPRJ

segurança pública
investigação penal
operações policiais
investigação penal especializada
delegacia de homicídios da capital
dhc
314 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar