Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Violência Doméstica
MPRJ participa de capacitação a PMs no programa Patrulha Maria da Penha - Guardiões da Vida
Publicado em 11/09/2019 09:34 - Atualizado em 11/09/2019 16:56

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Centro Regional de Apoio Administrativo e Institucional de Volta Redonda (CRAAI Volta Redonda/MPRJ), participou, na manhã desta segunda-feira (08/09), do início da capacitação de policiais militares para atuação no programa “Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida”. Lançado pela Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, o programa começa a ser implantado nas unidades operacionais do 5º CPA (Comando de Policiamento de Área) para padronizar as ações de prevenção à violência doméstica.

Policiais militares dos quatro batalhões da região – 10º BPM (Barra do Piraí), 28º BPM (Volta Redonda), 33º BPM (Angra dos Reis), e 37º BPM (Resende) iniciaram o treinamento intensivo que os habilitará para atuar dentro dos padrões do novo programa. O início do treinamento foi acompanhado pelo promotor de Justiça Henrique Aragão, coordenador do CRAAI Volta Redonda/MPRJ.

Realizado durante uma semana, o treinamento promoverá a sensibilização, o conhecimento conceitual e jurídico, e as técnicas de abordagem e uso racional da força adaptadas ao contexto da violência doméstica e familiar. De forma voluntária, participam como palestrantes juízes, promotores de Justiça, delegadas especializadas no tema, defensores públicos, oficiais e praças da Polícia Militar, além de representantes da rede de atendimento à mulher em situação de violência. O objetivo é aproximar órgãos e profissionais que lidam com esse grave problema social.

Concebido para prestar um atendimento especializado para os casos de violência doméstica,  o programa “Patrulha Maria da Penha – Guardiões da Vida”, foi lançado oficialmente no início de agosto. A padronização do serviço vai possibilitar um monitoramento mais adequado para analisar resultados e ajustar os procedimentos, proporcionando um processo de melhoria contínua.

Além do MPRJ, o programa conta com a parceria do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Polícia Civil, Defensoria Pública do Rio e de órgãos de assistência à mulher estaduais e municipais.

Após a realização do treinamento, cada unidade operacional do 5º CPA contará com duas equipes especializadas, que atuarão, em dias alternados, das 8 às 18h, acompanhando mulheres que tenham sido ameaçadas e passaram a contar com medida protetiva expedida pela Justiça, além de apoiar órgãos e rede de atendimento à mulher em cada região. O atendimento emergencial de 24 horas continuará sendo feito pelo serviço de radiopatrulha, cujos policiais poderão contar com orientação técnica da equipe do novo programa.

pm
maria da penha
atendimento
violencia contra mulher
centro de treinamento
capacitacao
policia
160 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar