Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Consumidor
MPRJ instaura inquérito civil para que rede de supermercados informe consumidores sobre cobrança pelo serviço de corte no setor de açougue
Publicado em 12/02/2020 17:49 - Atualizado em 12/02/2020 17:50

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, instaurou, na última segunda-feira (10/02), inquérito civil em face da Rede Economia Supermercados LTDA, para a apuração de supostas irregularidades quanto à cobrança, sem prévio aviso, do serviço de corte da carne pelo setor de açougue, caracterizando falha no dever de informação.

O IC tem origem em representação do consumidor Pedro Henrique Pinto Paiva, feita por meio do sistema de Ouvidoria do MPRJ, com relato de que o ‘Rede Economia’, situado no bairro do Engenho de Dentro, zona Norte do Rio, estaria cobrando cerca de R$ 10 a mais no quilo da carne, no caso de o cliente solicitar ao funcionário do setor de açougue o corte da peça inteira em bifes. A cobrança estaria sendo feita sem que haja placa informativa ao consumidor dando ciência do valor extra.

Ressalta o MPRJ ser direito básico do consumidor, previsto no art. 6º, III, do Código de Defesa do Consumidor (CDC), a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre os riscos que apresentem, e que os fatos relatados pelo consumidor são, em tese, passíveis de investigação e repressão por meio das medidas judiciais e extrajudiciais inseridas no âmbito das atribuições da Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva.

Dessa forma, pede-se à Rede Economia que, no prazo de 30 dias, se manifeste sobre o objeto do presente inquérito, esclarecendo se procede o noticiado e se aceita subscrever Termo de Ajuste de Conduta (TAC)  com o órgão de execução, se comprometendo a fixar cartazes no setor de açougue do supermercado nos quais conste, de forma clara, a informação de que, caso o cliente opte pelo corte da peça de carne, será cobrada taxa pelo respectivo serviço.

Acesse a portaria de instauração do IC.

Por MPRJ

 

 

consumidor
cobrança indevida
inquérito civil
2ª promotoria de justiça de tutela coletiva de defesa do consumidor e do co
falha de comunicação
141 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar