Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Cidadania
MPRJ obtém decisão que suspende cultos de entidade religiosa devido aos riscos de disseminação do coronavírus
Publicado em 23/03/2020 19:44 - Atualizado em 24/03/2020 10:49

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 4ª, da 7ª e da 8ª Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania da Capital, obteve decisão com a determinação para que a Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) e o pastor Silas Malafaia deixem de realizar cultos em suas respectivas igrejas, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Também foi determinado que o Estado e o Município do Rio fiscalizem o cumprimento da medida. 

Proferida no âmbito do Plantão Judiciário iniciado na noite de sexta-feira (20/03), a decisão monocrática do desembargador Sergio Seabra Varella concedeu a antecipação da tutela recursal em agravo de instrumento (n. 0060424-05.2020.8.19.0001) interposto contra decisão judicial que havia negado a liminar no âmbito da ação civil pública (n. 0059652-42.2020.8.19.0001), sob o fundamento da inexistência de lei formal proibitiva do exercício do direito ao culto. 

A medida garante o cumprimento das determinações restritivas contidas nos Decreto Estadual n. 46.973, de 16 de março de 2020 e no Decreto 46.980, de 19 de março de 2020, que reconhecem o estado de emergência na saúde pública no âmbito do Estado do Rio de Janeiro e materializam medidas voltadas à suspensão de atividades que envolvam a aglomeração de pessoas e, em consequência, a propagação da COVID-19, doença causada pelo coronavírus. 

Ainda de acordo com a decisão, “no âmbito de uma ponderação de direitos, deve-se prestigiar as normas e fatos de maneiram mais favorável à proteção da vida e saúde”. O texto pontua “a possibilidade de realização de cultos, e manifestações religiosas, desde que tais situações não venham gerar risco a toda população”. E, ainda, que “os recursos e ferramentas digitais servem como caminho para se prestigiar a saúde pública, conjugando o altruísmo ao espiritual.”

Por MPRJ

combate ao coronavírus
442 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Compartilhar