Noticias Novo Portal Noticias Novo Portal

Retornar para página inteira

Notícia

Sonegação Fiscal
MPRJ ajuíza ação contra Cabral, Pezão, Dornelles, Picciani e outros seis envolvidos no recebimento de propina para financiar campanhas eleitorais em 2014, em troca de benefícios fiscais
Publicado em 20/12/2018 08:59 - Atualizado em 20/12/2018 11:58

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Sonegação Fiscal e aos Ilícitos Contra a Ordem Tributária (GAESF/MPRJ), por delegação do procurador-geral de Justiça,  ajuizou, nesta terça-feira (18/12), ação civil pública por atos de improbidade administrativa contra dez envolvidos, em irregularidades em doações para a campanha do atual governador, Luiz Fernando Pezão, do ex-governador Sérgio Cabral e de deputados estaduais, em troca da concessão de benefícios fiscais e financeiros, que teria alimentado esse Grupo Político com pelo menos R$ 82,3 milhões (valores não atualizados).
                                                                
Além de Cabral e Pezão, são réus no processo o vice-governador Francisco Dornelles; o ex-secretário de obras Hudson Braga; os deputados estaduais Jorge Picciani, Marco Antonio Cabral e Christino Áureo; e os partidos políticos MDB, PDT e PSD. De acordo com as investigações, os atos de improbidade administrativa foram praticados com a concessão de incentivos fiscais e financeiros, visando a beneficiar indevidamente determinadas empresas, em troca de vultosas propinas que foram dissimuladas em doações eleitorais destinadas às campanhas eleitorais, principalmente de 2014.

“Ao analisar os processos administrativos nos quais os réus concederam tais benefícios, através de decretos totalmente despidos de impessoalidade, nota-se, claramente, o descumprimento dos requisitos constitucionais e legais intrínsecos a quaisquer atos dessa natureza, bem como a fragilidade técnica das decisões administrativas que os concederam. Em nenhuma delas há qualquer análise técnica prévia, de ordem econômica, financeira ou orçamentária que fosse apta a demonstrar a necessidade desses incentivos fiscais, menos ainda a comprovação dos reais benefícios sociais dos mesmos”, diz a petição inicial que requer a indisponibilidade dos bens dos réus até o valor de R$ 82,3 milhões, montante que deverá ser ressarcido ao final do processo.

O GAESF/MPRJ também requer a condenação dos réus à perda dos seus respectivos cargos ou funções públicos, a suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos, o pagamento de multa civil e a proibição de contratar com o Poder Público e de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de dez anos, entre outros pedidos.

Para informações mais detalhadas, leia a petição inicial da ACP na íntegra.

 

gaesf
ação civil pública
pezão
sérgio cabral
ato de improbidade administrativa
doações para a campanha
benefícios fiscais e financeiros
406 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)
Notícias Relacionadas
Cidadania
06/11/2018
MPRJ tem ação civil pública contra Pezão, por ato de improbidade administrativa, aceita pela Justiça

Cidadania
19/12/2018
MPRJ ajuíza ação contra Pezão por improbidade administrativa e requer o bloqueio de R$ 57,8 milhões do governador

Cidadania
26/11/2018
MPRJ ajuíza ação contra Pezão e requer o bloqueio de R$ 8,9 milhões das contas pessoais do atual governador por prejuízos causados nas obras do Maracanã

Cidadania
13/02/2019
MPRJ obtém na Justiça condenação do ex-governador Luiz Fernando Pezão por não cumprir investimentos mínimos em Saúde

Cível
21/12/2018
MPRJ ajuíza três ações contra Pezão, ex-secretários e empreiteiras por superfaturamento em obras do PAC das Favelas

Cidadania
03/01/2019
MPRJ ajuíza ação de improbidade contra Pezão pelo recebimento de mais de R$ 11 milhões da Fetranspor e manutenção de esquema criminoso

Cidadania
10/01/2019
MPRJ obtém na Justiça decisão favorável que bloqueia mais de R$ 45 milhões de Pezão, acusado de receber propina da Fetranspor

Sonegação Fiscal
03/04/2019
MPRJ ajuíza ação contra Sérgio Cabral por concessão ilegal de benefícios a empresa do grupo Cervejaria Petrópolis

Cidadania
04/04/2019
MPRJ instaura mais três inquéritos civis para investigar contratos firmados entre o Estado do Rio de Janeiro e a Fundação Getúlio Vargas

Sonegação Fiscal
25/04/2019
MPRJ ajuíza ação contra o ex-governador Pezão por concessão ilegal de benefício fiscal a empresa de litografia

Sonegação Fiscal
19/02/2020
MPRJ ajuíza ação contra Pezão, cervejaria Petrópolis e agentes públicos por fraude em concessão de financiamento
Compartilhar