Publicador de conteúdo web Publicador de conteúdo web

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) manifesta preocupação com o projeto de lei de abuso de autoridade (PL 7596/17), aprovado na quarta-feira (14/08) pela Câmara dos Deputados.

A pretexto de punir eventuais abusos, o projeto restringe a autoridade e prejudica a atuação independente do Ministério Público brasileiro, do Poder Judiciário e dos agentes policiais, se opondo ao trabalho de combate à corrupção, às organizações criminosas e a outros crimes, uma vez que torna promotores, procuradores e juízes vulneráveis a processos e outras penalizações pelo exercício legítimo de suas atribuições.

É extremamente grave que matéria tão relevante tenha sido aprovada em regime de urgência, sem o debate necessário para aperfeiçoamento do texto. O resultado é que o projeto guarda definições vagas e subjetivas sobre o abuso de autoridade, importando em ausência de segurança jurídica aos investigadores e juízes e tornando-se um instrumento contra a Justiça e a democracia.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro espera que o mencionado projeto de lei receba o necessário veto presidencial e venha a ser rediscutido com a seriedade e responsabilidade que o tema merece.

Para estimular a discussão sobre o projeto de lei de abuso de autoridade (PL 7596/2017), a Coordenadoria de Comunicação Social (CODCOM/MPRJ) lançou campanha pelo aperfeiçoamento da legislação propondo o questionamento de alguns pontos do projeto em tramitação. Disponível no portal do MPRJ, as peças da campanha também podem ser vistas nas redes sociais da instituição.

Publicador de conteúdo web Publicador de conteúdo web


A quem interessa amordaçar Procuradores e Promotores de Justiça?

A quem interessa restringir a autoridade do Ministério Público?

A quem interessa atacar o sistema de justiça?

Publicador de conteúdo web Publicador de conteúdo web