NoticiasDetalhe

Notícia

Violência Doméstica
MPRJ denuncia homem que torturou a ex-companheira após discussão
Publicado em 08/02/2024 08:32 - Atualizado em 08/02/2024 08:32

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça Junto ao I e V Juizados de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Capital, denunciou, na quarta-feira (07/02), João Henrique Lino Gomes de Oliveira pelo crime de tortura contra sua ex-companheira. O crime ocorreu no dia 29 de janeiro deste ano, dentro de casa, na Tijuca, Zona Norte do Rio.

De acordo com a denúncia, após uma discussão iniciada por ciúmes, o denunciado praticou por várias horas violência física, moral e psicológica contra a vítima, com intuito de causar intenso sofrimento físico e mental. João Henrique passou a espancá-la com inúmeros socos e chegou ao ponto de utilizar um abridor de garrafas e uma espátula de manicure para arranhar e furar suas pernas, um cigarro para queimar seu corpo, além de insultos verbais e ameaças. 

Depois dessas agressões, aplicou nela o golpe de estrangulamento conhecido como "mata-leão" de forma tão intensa que a fez perder os sentidos. A promotoria relata que a violência se estendeu por cerca de seis horas e meia, das 02h às 8h30, até que a vítima conseguiu se desvencilhar e se retirar da residência enquanto o denunciado estava no banheiro. 

Em depoimento, a vítima narrou que sempre sofreu muitas agressões verbais, mas, no último mês, após tentar terminar o relacionamento, as agressões se intensificaram e se tornaram físicas. Diante dos fatos, o MPRJ denunciou João Henrique pelo crime de tortura agravada por ter sido cometida contra a mulher.

Por MPRJ

denúncia
tortura
violencia doméstica
violencia contra mulher
tortura contra mulher
27 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)

Link Ver Todos

NoticiasRelacionadas

Compartilhar

Compartilhar