NoticiasDetalhe

Notícia

Criminal
MPRJ obtém condenação de homem a 30 anos de prisão por homicídio e ocultação de cadáver
Publicado em 13/12/2023 19:04 - Atualizado em 13/12/2023 19:04

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça junto às Varas Criminais de Belford Roxo, obteve, nesta terça-feira (12/12), a condenação de Jefferson Constant Jasmim a 30 anos de prisão, em regime inicialmente fechado, sendo 28 anos pelo homicídio duplamente qualificado de Jorge Luiz Bento de Souza e 2 anos pela ocultação do cadáver. A sustentação oral em plenário foi efetuada pelo promotor de Justiça André Gonçalves Morgado.

No dia 22/01/2017, Jorge Luiz foi retirado do local onde estava, em Nova Iguaçu, por Jefferson e um comparsa, amordaçado e teve os pés e mãos amarrados, sem qualquer chance de defesa. Em seguida, foi levado até Belford Roxo, onde foi morto com o emprego de uma arma de fogo e de um machado. O corpo de Jorge Luiz foi ocultado no Rio Sarapuí, onde foi encontrado seis dias depois. O crime foi praticado por motivo torpe, pelo sentimento de posse, já que a vítima estaria se relacionando com a ex-mulher de Jefferson.  

Jefferson Constant Jasmim já havia sido condenado por integrar uma milícia com atuação em Nova Iguaçu.  

Processo n° 0025412-11.2017.8.19.0008

Por MPRJ

mprj
homicídio
belford roxo
condenação
ocultação de cadáver
30 VISUALIZAÇÕES*
*Fonte: Google Analytics
(Dados coletados diariamente)

Link Ver Todos

Compartilhar

Compartilhar